Sábado, 1 de Dezembro de 2007

Existência

EXISTÊNCIA

 

 

Para existir é necessário ser ou estar.

Para a sua melhor compreensão, a existência pode-se dividir em duas partes distintas — o homem e a natureza — que são totalmente diferentes, mas que uma sem a outra não permitiam a existência da própria existência.

A natureza, seguindo leis próprias não totalmente conhecidas, originou tudo o que existe. Tudo o que existe tem origem na natureza. Assim, o cosmos, as estrelas, os cometas, os planetas, os oceanos, as montanhas, os desertos, as plantas, os animais, e etc; tudo nasceu da natureza, e são ela própria. Mas tudo existe sem saber que existe!

E foi então que no topo da existência, a natureza fez também nascer o homem. Nasceu o homem, não como animal mamífero, erecto, com cabeça, tronco e membros, mas como ser pensante, inteligente, e que raciocina devido às faculdades naturais de falar, recordar e imaginar.

E foi o homem que no topo da existência, tomou consciência de que existia ele e tudo o que o rodeava. E foi essa consciencialização que tornou tudo existente apesar de já tudo existir.

Assim, para uma coisa existir, é necessário que essa coisa exista e que o homem saiba que ela existe. Uma árvore já era árvore antes do homem a conhecer, mas foi este que lhe atribuiu o nome e descreveu as características. Quase tudo existe anteriormente ao homem, mas só este tem consciência dessa existência. E com a sua consciência, além de tudo teorizar, ou transformar em palavras tudo o que existe, de forma a provar essa existência, o homem criou ainda novas formas de existência: a existência espiritual ou extramaterial.

Tudo o que existe sob a forma espiritual, psicológica, mística ou ideológica, nasceu da mente humana, e tem o cérebro como base. Desta forma, tudo o que não é material é dele dependente. Toda a existência é originada na natureza material. O espírito humano só existe porque existe o cérebro, como a energia só existe porque existe a matéria.

Mas o conhecimento da existência de tudo só é possível com a existência da própria     consciência.     Sem            consciência — característica exclusivamente humana — não seria possível admitir a existência.

Pode-se então concluir que existem três formas de existência: existe a realidade natural, que é a verdade originada na própria natureza, independentemente do conhecimento humano dela ou não; existe a racionalização, que é a verdade natural de que o homem tem consciência, e que com a sua inteligência catalogou; e existe a criação humana, que é a verdade que o homem considera existir, independentemente da existência de provas. Resumindo, existe o que existe, existe o que o homem sabe que existe, e existe o que o homem pensa que existe.

Toda a existência nasce na natureza, mas só é concretizada após o reconhecimento humano. O homem é um tradutor da realidade natural, mas como não a conhece totalmente, traduz a parte desconhecida da forma como a imagina. E o conhecimento da realidade natural só existe através do homem. Por isso, tudo o que o homem diz é verdade, porque ninguém o pode desmentir. Será ele próprio a ter que mudar de ideias, crescendo, porque, pior que mudar de ideias é não as ter.

A existência é só uma e só existe sendo afirmada. Mas são muitas as formas de a afirmar.

 

 

 


publicado por sl às 02:31
link do post | comentar | favorito
|

temas recentes

Novo Blog

Linguagem

Liberdade

Lei

Justiça

Inteligência

Instinto

Informação

Inconsciente

Imaginação

Ilusão

Igreja

Identidade

Ideia

Homem

História

Glória

Futuro

Filosofia

Felicidade

Fantasia

Família

Fama

Existência

Evolução

Eternidade

Espírito

Esperança

Espaço

Escrita

Equilíbrio

Energia

Emoções

Educação

Economia

Dor

Dinheiro

Deus

Destino

Desporto

Desejo

Cultura

Consciência

Conhecimento

Comunidade

Comunicação

Civilização

Ciência

Cérebro

arquivos

Setembro 2010

Março 2010

Novembro 2009

Junho 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

mais sobre mim

tags

todas as tags

pesquisar

 
Se gostava de obter todos os textos de A a Z, envie o seu pedido para viaverita@sapo.pt!
blogs SAPO

subscrever feeds