Quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2008

Futuro

FUTURO

 

 

Futuro é tudo o que acontecer a partir deste momento, como passado foi tudo o que aconteceu até este momento. Mas este momento, presente, é o único que existe realmente, porque é o único que nós sentimos.

O futuro e o passado não existem. O que existe são os acontecimentos que aconteceram no passado ou os acontecimentos que poderão acontecer no futuro. E só desta forma aqueles existem. Qualquer acontecimento do passado que ninguém em todo o mundo tenha conhecimento dele é como se nunca tivesse acontecido. Assim, o passado apenas é o conhecimento que nós presentemente temos dele, através das referências que nos deixou.

E o futuro igualmente. Mas enquanto que do passado existem vestígios materiais que provam o nosso conhecimento dele, o conhecimento do futuro é apenas psicológico, e como nada materialmente nos leva ao futuro, podemos considerar que ele não existe, porque tudo para existir precisa de um suporte material. Também não existe porque apesar de ter principio – agora — não tem fim, como o passado não tem principio e só tem fim. E este “agora”, fim do passado e princípio do futuro, nunca se pode definir, porque está constantemente a avançar no tempo. Entre este “agora” e este “agora” passaram alguns centésimos de segundo. Cada “agora” e único. E tudo precisa de um princípio e de um fim.

O passado e o futuro apenas existem como ideias, psicologicamente. Mas o futuro existe menos, ou mais abstractamente, porque não pode ser registado.

No entanto, o futuro sempre foi um grande mistério e motivo de curiosidade entre os humanos. Desde os tempos mais longínquos que o futuro foi sendo pretexto para grandes enredos lendários, e para grandes tentativas de o atingir, dominar, ou simplesmente prever.

Nós não temos qualquer possibilidade de influenciar o tempo. Limitamo-nos a existir, deixando o tempo passar. E ele passa sempre à mesma velocidade, mas nós sentimo-lo passar sempre a velocidades diferentes, conforme a nossa situação psicológica. Se estamos bem passa rapidamente e se estamos mal passa lentamente. E o passado passou e o futuro virá independentemente da nossa vontade. E não temos qualquer poder sobre ele.

O futuro será o resultado do presente em função do passado. Só analisando o passado e as suas tendências e só agindo no presente, podemos influenciar o futuro e até o prever nesse sentido concreto. Mas nunca garantidamente e nunca sem referências do passado. Podemos organizar uma viagem para alguns meses futuros para locais e em dias concretos, prever assistir a acontecimentos ou eventos programados, e tudo se realizará se nada falhar na organização. Mas uma pessoa que não nos conheça, nem aos nossos planos de viagem, nunca adivinhará que nós iremos viajar nessa data para esses locais e fins.

A futurologia tão difundida desde os tempos mais antigos com bruxos e feiticeiros, e com os actuais pares é pura ilusão. Ninguém consegue adivinhar seja o que for do futuro, excepto as previsões lógicas. Todas as previsões cujos factos são coincidentes assentam na casualidade e na influência psicológica que alguém pode causar noutrem levando-o a agir conforme os seus desejos e ansiedades.

A única forma de prever o futuro é programando-o com consciência, conforme as possibilidades, com factos e datas concretas, e ir vivendo de acordo com esse programa, que terá que ser constantemente actualizado devido à entrada permanente de novos dados. E mesmo assim, nunca saberemos o que nos pode acontecer no momento seguinte...

Porque o futuro está muito pouco nas nossas mãos.

 

 

 

tags:

publicado por sl às 00:00
link do post | comentar | favorito
|

temas recentes

Novo Blog

Linguagem

Liberdade

Lei

Justiça

Inteligência

Instinto

Informação

Inconsciente

Imaginação

Ilusão

Igreja

Identidade

Ideia

Homem

História

Glória

Futuro

Filosofia

Felicidade

Fantasia

Família

Fama

Existência

Evolução

Eternidade

Espírito

Esperança

Espaço

Escrita

Equilíbrio

Energia

Emoções

Educação

Economia

Dor

Dinheiro

Deus

Destino

Desporto

Desejo

Cultura

Consciência

Conhecimento

Comunidade

Comunicação

Civilização

Ciência

Cérebro

arquivos

Setembro 2010

Março 2010

Novembro 2009

Junho 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 3 seguidores

tags

todas as tags

pesquisar

 
Se gostava de obter todos os textos de A a Z, envie o seu pedido para viaverita@sapo.pt!
SAPO Blogs

subscrever feeds