Sábado, 16 de Junho de 2007

Comunicação

COMUNICAÇÃO

 

 

A comunicação é uma das coisas mais importantes da vida moderna e foi também no passado uma das coisas que mais contribuiu para a criação da própria vida moderna.

Para comunicar é necessário uma série de elementos, que por si só são complexos, sendo-o muito mais quando organizados de forma a possibilitar a comunicação: a origem, partida ou emissor; o destino, chegada ou receptor; a mensagem ou mercadoria; o meio ou via; e a energia. É necessário que alguém envie alguma coisa para de alguma forma ser recebida por outrem. A complexidade da comunicação explica o facto de ser uma realidade recente, apesar das suas origens remontarem às origens do homem.

Existem muitas formas de comunicação apesar de todas seguirem a mesma fórmula para completarem um ciclo comunicativo, que consiste no transporte de algo de um lado para outro com determinada finalidade.

A natureza tem também as suas comunicações próprias: os animais de uma espécie comunicam entre si; o vento e a água transportam sementes para germinarem noutros locais. Mas estes são movimentos involuntários. Os animais percebem o aviso de perigo emitido pelos seus semelhantes e fogem, mas não sabem porque percebem nem sabem porque fogem. É a naturalidade funcional da própria natureza.

A comunicação humana é diferente por ser consciente. Uma pessoa quando diz uma coisa a outra, sabe o que diz, sabe a quem diz, sabe porque diz, e sabe que a outra além de ouvir vai também perceber. Existem duas formas globais, embora interdependentes, de comunicação humana: a comunicação verbal e a comunicação material.

A comunicação verbal é aquela em que o emissor e receptor são estáticos, e o movimento se realiza através de alguma forma de energia, que transporta um código, cuja percepção consciente de ambas as partes forma a mensagem, que é criada pela linguagem. A linguagem é assim a base estrutural da comunicação verbal, que pode ser falada ou escrita. Existem outras formas de linguagem — sons, sinais, letras, bandeiras, pontos e traços — que são usadas de ainda mais formas de comunicação possíveis no espectro eléctro-magnético — desde a proximidade pelas ondas sonoras ou luminosas (conversar ou gesticular), passando pelo transporte de material de suporte de mensagens (correio), até às comunicações de longa distância (rádio, telefone, fax, telemóvel e correio electrónico). Os jornais, televisão, e estações de rádio são formas de comunicação social e particularmente indirecta, pois existe um emissor definido, e muitos receptores possíveis e indefinidos.

A comunicação material consiste no transporte de algo material de um local para outro. Existe necessidade também de uma energia (combustível, electricidade, vento); um meio de carga ou de transporte (carruagem, navio, automóvel, avião); uma via de comunicação (estrada, caminho de ferro, água, ar); um local de partida e um local de chegada; e um objecto transportável que pode ser mercadoria ou a própria pessoa.

A evolução da comunicação, sempre correlacionada com a evolução humana, existiu sempre no sentido de aumentar distâncias espaciais e de diminuir distâncias temporais. Cada vez se viaja para mais longe no espaço e simultaneamente se mantém um maior contacto com o local de partida, porque são permanentemente aumentadas as capacidades e velocidades dos meios de comunicação.

Verbalmente evoluiu-se da, só possível, comunicação em espaço e tempo real (conversar), pela comunicação em espaço e tempo distante (escrever), para a comunicação em espaço distante, mas tempo real (telefonar). Materialmente evolui-se da capacidade e velocidade muscular humana que limitavam a vida natural e geograficamente, para capacidades e velocidades de forças técnicas estrondosas que limitam a vida, mas perante o universo.

A comunicação aumentou brutalmente as nossas capacidades naturais. Transformou-nos artificialmente gigantes numa vida que se mantém natural e relativamente constante.

No passado, a nossa aldeia local, era pequena perante a imensidão das montanhas que a rodeavam. Agora, a nossa aldeia global é pequena perante a imensidão do universo.

 

 

 


publicado por sl às 02:04
link do post | comentar | favorito
|

temas recentes

Novo Blog

Linguagem

Liberdade

Lei

Justiça

Inteligência

Instinto

Informação

Inconsciente

Imaginação

Ilusão

Igreja

Identidade

Ideia

Homem

História

Glória

Futuro

Filosofia

Felicidade

Fantasia

Família

Fama

Existência

Evolução

Eternidade

Espírito

Esperança

Espaço

Escrita

Equilíbrio

Energia

Emoções

Educação

Economia

Dor

Dinheiro

Deus

Destino

Desporto

Desejo

Cultura

Consciência

Conhecimento

Comunidade

Comunicação

Civilização

Ciência

Cérebro

arquivos

Setembro 2010

Março 2010

Novembro 2009

Junho 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 3 seguidores

tags

todas as tags

pesquisar

 
Se gostava de obter todos os textos de A a Z, envie o seu pedido para viaverita@sapo.pt!
SAPO Blogs

subscrever feeds